O pobre cocozinho...


Clique na imagem para ler a triste história do cocô

Era uma vez um cocô. Um cocozinho feio e fedidinho, jogado no pasto de uma fazenda. Coitado do cocô! Desde que veio ao mundo, ele vinha tentando conversar com alguém, fazer amigos, mas quem passava por ali não queria saber dele:
- Hum! Que coisa fedida! - diziam as crianças.
- Cuidado! Não encostem na sujeira! - avisavam os adultos.

E o cocozinho, sozinho, passava o tempo cantando, triste:
Sou um pobre cocozinho
Tão feinho, fedidinho
Eu não sirvo para nada
Ninguém quer saber de mim...

De vez em quando ele via uma criança e torcia para que ela chegasse
perto dele, mas era sempre a mesma coisa:
- Olha a porcaria! - repetiam todos.
Não restava nada para o cocô fazer, a não ser cantar baixinho:

Sou um pobre cocozinho
Tão feinho, fedidinho...

Mas num belo dia, um homem muito bondoso se aproximou dele e o tratou com muito carinho, aí ele pegou o cocô, e comeu. O cocô ficou muito feliz por terem comido ele pois significava que alguém tinha afeto por ele.

Depois de algumas horas o homem foi ao banheiro e deu vida a um novo cocô. Logo que nasceu, ja foi matriculado na natação. Foi depois para um lugar aonde tinham muitos cocôs e fez muitas amizades, se dissolvendo aos poucos até morrer feliz.

FIM

Moral da história: Coma cocô e faça-o feliz :)

Baseado nessa história

4 bolinhas de papel:

Luiz Fernanado disse...

What the Shit? xD

Que trash :D

Fábio disse...

que merrrrrrrda

Tré disse...

elri do final
shuahusahushauhsua

«§ X@ñÐ¥ñ™ §» disse...

vei...

c ta ENMERDIANDO o blog

hauhauhauhauha

Clicky Web Analytics